O segredo da receita campeã

Muita gente, provavelmente encantada por minha vitória no Reality Show Eisenbahn Mestre Cervejeiro, costuma me perguntar: Qual o segredo pra uma receita ser digna de campeã em um concurso? O que eu fiz pra chegar lá e ter aprovação dos juízes do concurso, dos jurados do programa e, por fim, do público na Oktoberfest? E a minha resposta é bem simples: Não há uma fórmula mágica para isso.

O que fiz, e sempre faço, é ter paciência para focar nos pequenos detalhes antes de sair produzindo. Talvez seja aí o grande diferencial. Pra quem não sabe, o cervejeiro não é responsável por fazer a cerveja propriamente dita, mas um servente daquelas que são as verdadeiras protagonistas na produção desse líquido maravilhoso: As leveduras!

Todo o processo, desde o planejamento, a escolha dos insumos, até a brassagem visam tão somente preparar o melhor alimento para os micro-organismos que irão transformar o açúcar fermentável em álcool e CO2 (além de outros compostos que vão dar a personalidade à cerveja).

Mesmo não havendo essa “fórmula mágica” quero passar aqui um pouco de minha experiência para, de repente, ajudar você que quer deixar sua cerveja a melhor possível para participar de um concurso e chegar ali entre as cabeças na seleção.

1 – Conheça bem o estilo que você vai fazer

Parece algo meio óbvio né? SQN! Ouço sempre de jurados de concursos comentando que cerveja X estava uma delicia, mas fora do estilo.

O cervejeiro é criativo por natureza, experimenta, dá uma personalidade pra cerveja dele e, muitas vezes, um toque pessoal. Pois é, mas dependendo da situação, esse toque pessoal não é bem visto pelos jurados.

Em primeiro lugar, se informe sobre qual guia de estilo será a referência do concurso (BJCP, BA, etc). Leia com atenção esses guias, eles darão não apenas a referência sobre densidade, amargor, cor, etc, como também algumas dicas de matéria-prima comumente utilizada e alguns exemplos comerciais para você se basear. O que me leva à segunda dica.

2 – Experimente amostras comerciais

Não importa se o estilo proposto para o concurso é o seu preferido. Se você se dispôs a participar dele, beba muito, várias amostras comerciais desse estilo.

Anote todas as suas impressões e o que viu de diferente entre os exemplares ou as semelhanças. Busque nessas nuances a referência ideal para você seguir. Não se acanhe em querer “imitar” um aroma ou sabor de uma dessas cervejas.

3 – Evite ideias mirabolantes

Em um concurso, o simples é sempre a melhor opção. Pense em quem é organizador. Se for uma cervejaria em busca de um novo produto para lançar no mercado, reflita no público-alvo dessa companhia. Por exemplo: Imagine que essa seja uma cervejaria de “entrada”, onde o consumidor dela ainda não está acostumada com sabores e aromas muito complexos. Adiantaria fazer uma cerveja extrema?

4 – Estude outras receitas e como foram desenvolvidas

Não há nada de errado em dar aquela olhadinha em outras receitas. Quais insumos usaram? Quais rampas? Qual o perfil de fermentação?

Nenhuma receita nasce do nada, a transformação de todas elas são, na verdade uma evolução de outras já consolidadas.

5 – Conheça bem os insumos que vai usar

Procure utilizar matérias-primas que sejam de seu total conhecimento. Hoje a variedade de maltes, lúpulos, leveduras é enorme, mas não tente usar um deles baseado apenas na informação que leu na hora de comprar só porque quer dar uma inovada ou surpreender os jurados. Vai no que é certo, mesmo que seja uma matéria-prima já batida.

Se atente também para os ingredientes regionais que são aplicáveis àquele estilo.

Outra dica que deixo é: procure comprar numa loja em que esteja acostumado a consumir, fique de olho no prazo de validade dos insumos e evite qualquer substituição sugerida pelo vendedor.

6 – Siga a risca todo o processo produtivo

E por fim, deixo essa última sacada. Quando desenvolver a receita para o concurso, prepare muito bem como ela será feita, anotando cada detalhe das etapas. Se programe para um horário tranquilo, não beba (Sim! Não beba) para não se perder em qualquer um desses detalhes. Você vai ter muito tempo pra beber depois (quando for lavar os equipamentos rsrrs).

Espero ter dado um pouco de ajuda a você que irá produzir sua cerveja para um concurso, por mais que pareça simples, tudo o que falei aqui são falhas que realmente ocorrem em concursos e que são cruciais para a eliminação de muitos bons candidatos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: